• Ananda Namie

Por que devo medir a temperatura na pandemia da Covid-19?

Atualizado: 30 de Dez de 2020

Prevenção através da medição de temperatura é realmente eficaz? em que parte do corpo devo usar o termômetro infravermelho?



Você tem dúvidas sobre a relevância da medição de temperatura?


É recorrente que em muitos estabelecimentos nas portas principais, ocorra a medição de temperatura com o uso de termômetros infravermelhos em diferentes áreas do corpo, como na testa ou pulso. O uso de termômetros foi uma medida estabelecida nos diversos decretos de reabertura publicados.


Neste Artigo explicaremos sobre fatos que não validam a eficácia 100% da medição de temperatura como um fator que possa ser levado como diagnóstico da doença, e ainda, abordar as fake news de que o termômetro infravermelho possa atingir a glândula pineal e causar maiores problemas à saúde.





A temperatura corporal envolve muitas variáveis, como:

temperatura ambiente, hormônios, sexo, idade, emoções, alimentação, usos de medicamentos, atividades físicas, ritmo circadiano, fumo, sono, líquidos, outras doenças, estresse, entre outros.


Durante o período da doença de Covid-19 (SARS-COV-2), muitas crianças e adultos doentes não apresentaram os sintomas de febre. Como por exemplo, um artigo científico sobre o tema afirma que nos hospitais de Nova Iorque, dados apontaram que dentre os pacientes com Covid-19, apenas 31% apresentaram o sintoma de febre.

Por isso, lembre-se de que apenas a medição da temperatura na entrada dos estabelecimentos não garante que a pessoa esteja livre do vírus do Covid-19!!


Assim, a medição de temperatura serve apenas como uma das medidas de prevenção. As medidas mais importantes e eficazes a serem seguidas são as orientações básicas de: distanciamento, lavar as mãos, uso de máscaras e sem aglomerações



Sobre o local de medição, a ANVISA afirma que o local adequado para a medição precisa é na testa, apesar de haver a possibilidade do termômetro infravermelho dar resultado Falso-negativo, pois a pessoa pode ter feito uso de medicamentos que regulam a temperatura corporal apesar de ter apresentado o sintoma da febre, que em fase inicial pode passar por despercebida e ser uma da fases de maior risco de disseminação da doença. Ou o erro no produto pode se dar ao mal manejo e não seguimento das indicações dadas pelo fabricante.




Atualmente, há um grande mito percorrendo as redes sociais sobre o termômetro infravermelho atingir glândula pineal e causar problemas à saúde e outras fake news que envolvam outros fatores. Todas são informações falsas e foram desmentidas pela Anvisa, que afirma que o termômetro infravermelho ao ser utilizado na pele não emite radiações, apenas mede a temperatura da pele do local medido.

É importante seguir as recomendações do fabricante do produto (termômetro), quanto à distância de medição e limpeza do equipamento.






data de publicação: 14/10/2020



Referências:


ESCLARECIMENTO Informações técnicas sobre termômetro infravermelho. ANVISA, 14 de SET. de 2020. Disponível em:<https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2020/informacoes-tecnicas-sobre-termometro-infravermelho>. Acesso em: 14 de out. de 2020.

GURGEL, Bia. Anvisa esclarece que medição de temperatura pela testa não causa danos à saúde. CNN, São Paulo. 15 de Set. de 2020. Disponível em:<https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/09/15/anvisa-esclarece-que-medicao-de-temperatura-pela-testa-nao-causa-danos-a-saude>. Acesso em: 14 de out. de 2020.

NISHIOKA, Sérgio. Qual o valor da triagem de febre com termômetros infravermelhos e

câmeras térmicas para se detectar casos de COVID-19?. UNA-SUS, 27 de Jul. de 2020.

Disponível em:<https://www.unasus.gov.br/especial/covid19/markdown/232#:~:text=Os%20autores%20definem%20febre%20como,de%20se%20fazer%20na%20pr%C3%A1tica.>. Acesso em: 14 de out. de 2020.


29 visualizações0 comentário