• Avenir C.S

Planejamento em saúde: saiba a importância para sua organização.

Planejar é uma forma de intervir sobre a realidade de maneira contínua. É um processo que expressa um modelo de gestão, incorpora instrumentos e metodologias que influenciam a tomada de decisão nos processos de trabalho e orienta a programação de ações.

De certa maneira, o ato de planejar inicia-se com o objetivo de desenvolver uma ideia, elaborando etapas, propósitos, metas a fim de alcançar de modo eficiente para gerar um resultado satisfatório. Sendo assim, empresas sem planejamento são como um navio em alto mar, sem destino e sem propósito. Porém, não basta simplesmente ter um planejamento ou plano, é necessário saber executá-lo. E quando elas envolvem a saúde, requerem bastante atenção para que os processos internos possam correr de maneira mais fluida e eficaz.

Em razão disso, reunimos os principais pontos sobre a importância do planejamento em saúde, quais são seus benefícios e quando aplicar para promover o bem estar. Então continue conosco e boa leitura!


O que é um planejamento em saúde?


O Planejamento é, para Matus, um traçado de mudanças situacionais em um contexto de forças sociais oponentes, portanto “ação estratégica”, em uma dada “situação”, lugar social onde está situado o ator que planeja e a ação, compondo uma “totalidade complexa”. O Planejamento Estratégico Situacional (PES) é caracterizado por tentar conciliar a ação sobre uma realidade complexa, com um olhar estratégico e situacional, considerando a visão de múltiplos atores e a utilização de ferramentas operacionais para o enfrentamento de problemas.


Quando devo realizar esse tipo de planejamento?



O planejamento pode ser realizado a qualquer momento em que se enxerga a necessidade de modificar, ajustar ou remodelar processos de trabalhos a partir das demandas do serviço.


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo